terça-feira, 21 de julho de 2009

QUANDO CHOVE, de Paulo Leminski








quando chove,
eu chovo,
faz sol,
eu faço,
de noite
anoiteço,
tem deus,
eu rezo,
não tem,
esqueço,
chove de novo,
de novo, chovo,
assobio no vento,
daqui me vejo,
lá vou eu,
gesto no movimento



(Ilustração: Gustave Callebotte - ruas de Paris, dia de chuva)

Nenhum comentário:

Postar um comentário