terça-feira, 20 de outubro de 2009

POEM/POEMA, de Thomas Campion









Will I now so timely depart
And not return again?
Your life lends such light to my heart
That to depart is pain.


Fear yields no delay,
Secureness helpeth pleasure.
Then, till time give greater stay,
Farewell, my life’s treasure!


Follow thy fair sun, unhappy shadow,
Though thou be dark as night
And she made all of light,
Yet follow thy fair sun, unhappy shadow.





Tradução de Isaias Edson Sidney:




Fugiu-se-me o tempo e devo deixar-te.
Não mais voltarei?
É tanta a luz que me fez amar-te
Quanta é a dor que sentirei.


Seguro de estar contigo,
Prolonga o medo ao prazer.
Dou-te adeus, ó meu tesouro, e prossigo
A sonhar um tempo de permanecer!


Vai-te em dourada luz, ó sombra triste,
Ainda que cubras o sol em negra treva.
Deixa-me luz na luz que te leva:
Segue o teu sol, ó sombra que em mim persiste.




(Ilustração: Casper David Friedrich)



Nenhum comentário:

Postar um comentário