sábado, 14 de junho de 2014

LUGAR, de Iacyr Anderson Freitas








Nunca tivemos lugar neste mundo.


Ontem amávamos tanto


o que agora esquecemos.





Amanhã venderemos a qualquer preço


o que hoje nos faz


mudar de endereço.




Por isso invejamos aquela árvore:


porque soube


qual era o lugar, porque nele soube


deixar raízes




e em silêncio


levitar.



(Ilustração: Cézanne - Avignon)



Um comentário: