segunda-feira, 28 de março de 2011

THE LAST TOAST / ULTIMO BRINDE, de Anna Akhmatova







I drink to our demolished house,
To all this wickedness,
To you, our loneliness together,
I raise my glass—

And to the dead-cold eyes,
The lie that has betrayed us,
The coarse, brutal world, the fact
That God has not saved us.



Tradução de Rubens Figueiredo:




Bebo ao lar em pedaços,
À minha vida feroz,
À solidão dos abraços
E a ti, num brinde, ergo a voz...

Ao lábio que me traiu,
Aos mortos que nada veem,
Ao mundo, estúpido e vil,
A Deus, por não salvar ninguém.




(Ilustração: Jean-Marie Poumeyrol – l’amie)


Nenhum comentário:

Postar um comentário