segunda-feira, 30 de março de 2015

TE AMO, de Ana Cristina Pozza




  



Acho que te amo...


Se é que se tem que achar...


Amar é amar...


Esta coisa de fazer o peito pular,


Ter o coração na boca,


Os olhos no infinito...


Deixar o mundo fluir na alma


Sem calma,


Como se na tua ausência


Tudo fosse acabar!


Te amo.


Te amo mesmo que haja um fim...


Te amo assim...


Te amo teu toque.


Te amo teu cheiro.


Te amo teu sorriso.


Te amo tua insanidade.


Te amo tua saudade.


Te amo imensidade.


Te amo nosso momento.


Te amo nosso movimento.


Te amo nosso abraço.


Te amo nosso laço.


Te amo nosso presente.


Te amo inconsequente.


Te amo batidas no coração...


Te amo perdição...


Te amo de paixão...


Te amo e choro...


Te amo mais que te adoro...


Te amo porque me olhas assim...


Te amo porque sim...


Te amo porque tu és tu...


Te amo porque eu sou eu...


Te amo porque vivemos...


Te amo porque respiramos...


Te amo porque existem as estrelas...


Te amo porque não tem que ter porquê.


Te amo porque te amo.




(Ilustração: Ron English - kiss the bride)






Nenhum comentário:

Postar um comentário