domingo, 19 de outubro de 2014

CONFIANZAS / CONFIANÇAS, de Juan Gelman


     





se sienta a la mesa y escribe
«con este poema no tomarás el poder» dice
«con estos versos no harás la Revolución» dice
«ni con miles de versos harás la Revolución» dice

y más: esos versos no han de servirle para
que peones maestros hacheros vivan mejor
coman mejor o él mismo coma viva mejor
ni para enamorar a una le servirán

no ganará plata con ellos
no entrará al cine gratis con ellos
no le darán ropa por ellos
no conseguirá tabaco o vino por ellos

ni papagayos ni bufandas ni barcos
ni toros ni paraguas conseguirá por ellos
si por ellos fuera la lluvia lo mojará
no alcanzará perdón o gracia por ellos

«con este poema no tomarás el poder» dice
«con estos versos no harás la Revolución» dice
«ni con miles de versos harás la Revolución» dice
se sienta a la mesa y escribe



Tradução de Wagner Mourão Brasil:


senta-se à mesa e escreve
"com estes versos não tomarás o poder" diz
"com estes versos não farás a Revolução" diz
"nem com milhares de versos farás a Revolução" diz

e mais: esses versos não haverão de servir para
que trabalhadores mestres lenhadores vivam melhor
comam melhor ou possam comer viver melhor
nem para conquistar uma mulher lhe servirão

não ganhará dinheiro com eles
não entrará gratuitamente no cinema com eles
não lhe darão roupas por eles
não conseguirá cigarros ou vinho com eles

nem papagaios nem cachecóis nem barcos
nem touros nem guarda-chuvas conseguirás com eles
se deles depender a chuva o molhará
não obterá perdão ou agradecimento por eles

"com este poema não tomarás o poder" diz
"com estes versos não farás a Revolução" diz
"nem com milhares de versos farás a Revolução" diz
senta-se à mesa e escreve


(Relaciones)



(Ilustração: Edward Munch - Ibsen)



Nenhum comentário:

Postar um comentário