domingo, 17 de abril de 2016

QUESTA MIE DONNA... / TANTO ESSA DONA..., de Michelangelo Buonarroti







Questa mie donna è si pronta e ardita,
c’allor che la m’ancide ogni mio bene
cogli occhi mi promette, e parte tiene
il crudel ferro dentro a la ferita.
E cosí morte e vita,
contrarie, insieme in um picciol momento
dentro a l’anima sento;
ma la grazia il tormento
da me discaccia per più lunga pruova:
c’assai più nuoce il mal che l’bem non giova.



Tradução de Fábio Malavoglia:



Tanto essa dona é atirada e ardente
que ao matar em mim toda ventura
com olhos me promete, e a mão segura
o ferro na ferida cruelmente.
Assim morto e vivente,
contrários, juntos por breve momento
a minha alma os sente;
mas tal graça o tormento
de mim expulsa para mais longa prova:
pois mais nocivo o mal sem bem a si renova.



(Ilustração: Dino Valls - Ad Inferos)



Nenhum comentário:

Postar um comentário